Como calcular o CR (coeficiente de rendimento)


Depois que você entra na universidade percebe muita coisa totalmente distinta do Ensino Médio, um exemplo claro disso é o modo como se calcula o CR (coeficiente de rendimento). Ele não é mais como a sua antiga média do semestre, quando simplesmente calculava-se o somatório das notas  dividido pela quantidade de disciplinas. Porém muitos alunos ligam para a DRE observando que esse modo de calcular gera discrepância, porque na verdade o modo de calcular é totalmente diferente.

Primeiro vamos entender o seguinte: as disciplinas na universidade valem “créditos”, que são proporcionais a carga horária da disciplinas e sua grade curricular não exige uma quantidade de “disciplinas” e sim de “créditos” para se formar, na hora de escolher as disciplinas eletivas você tem “créditos” para cumprir, e isso pode significar uma única disciplinas com muitos créditos ou várias com crédito reduzido. Sendo assim aquela disciplinas que você fica quatro horas sentado na sala, e vem na faculdade três vezes por semana vai ter uma quantidade de créditos maior e como conseqüência vai valer mais “pontos” na hora de calcular o CR. Seu desempenho será calculado pela quantidade de “pontos” dividido pela quantidade de “créditos”. Uma disciplina de 6 créditos vai valer 60 pontos, caso tire 10, e uma disciplina de 2 créditos vai valer 20 pontos, os pontos serão a nota que você tira multiplicado pelo crédito.

Para entender melhor é só você pensar se é justa a seguinte situação, você puxa num semestre quatro disciplinas sendo uma delas de 6 créditos e o restante de 1 crédito, somente essa de seis créditos lhe consome mais de 3 horas diárias  duas vezes na semana ,tomando desta maneira toda a sua semana junto com as outras.

Outro aluno está cursando quatro disciplinas de 1 crédito, uma carga horária muito menor, pois  ele vêm duas vezes na semana organizando as disciplinas nos mesmos dias. No final do semestre os dois alunos conseguem respectivamente as notas 8,6,5,9. Se fosse pela média simples os dois ficariam com médias iguas a 7 somando tudo(28) e dividindo por 4. Aquele cara que vem na faculdade duas vezes na semana e cursou uma carga horária muito menor tira as mesmas notas e fica com o mesmo CR?

É por isso que o “rendimento” leva em conta também a carga horária. Uma disciplina de 6 créditos vai estar valendo 60 pontos e uma disciplina de 1 crédito tá valendo apenas 10 pontos, desta maneira é mais “rentável” tirar 5 numa disciplina de 6 créditos (30 pontos) do que tirar 10 numa disciplina de 1 crédito(10 pontos) entendeu?

No exemplo anterior o cálculo de CR do segundo aluno seria feito da seguinte maneira:

Quatro disciplinas de 1 créditos valem 40 pontos (quatro valendo 10)

Total de pontos 40 pontos/ total de créditos 4

Disciplina A  =Valia 10 pontos se tirasse 10, tirou 8 acumulou 8

Disciplina B = Valia 10 pontos se tirasse 10,tirou 6 acumulou 6

Disciplina C = Valia 0 pontos se tirasse 10, tirou 5 acumulou  5

Disciplina D = Valia 10 pontos se tirasse 10, tirou 9 acumulou 9

De um total de 40 pontos ele acumulou 28 pontos. A conta então é :     Pontuação Total/ Quantidade de créditos

CR= 28/4= 7,0

O primeiro aluno que puxou a primeira disciplinas com 6 créditos fica desta forma:

Uma disciplinas de 6 créditos vale 60 pontos

Três disciplinas de 1 crédito valem 30 pontos

Total de pontos 90 pontos/ total de créditos 9

Disciplina A  =Valia 60 pontos se tirasse 10, tirou 8 acumulou 48

Disciplina B = Valia 10 pontos se tirasse 10,tirou 6 acumulou 6

Disciplina C = Valia 10 pontos se tirasse 10, tirou 5 acumulou  5

Disciplina D = Valia 10 pontos se tirasse 10, tirou 9 acumulou 9

De um total de 90 pontos ele acumulou 68 pontos. A conta então é :     Pontuação Total/ Quantidade de créditos

CR= 68/9= 7,55

Sendo assim quanto mais carga horária (créditos) a disciplina tiver mais “peso” ela vai ter na hora do cálculo do CR, então não adianta querer levantar o CR puxando aquelas micro disciplinas que você só vem na faculdade uma vez por semana, tem que dar o sangue e encarar aquelas disciplinas que vai te obrigar a acampar na UFRJ e vai te consumir toda a semana e torcer para que no final valha a pena.

Valeu galera e até o próximo post.

Sugestões de assuntos é só postar no “Mural das Idéias”.

About these ads
Published in: on agosto 30, 2011 at 3:34 pm  Comments (48)  

The URI to TrackBack this entry is: http://licenciadosemgraduacaoufrj.wordpress.com/2011/08/30/como-calcular-o-cr-coeficiente-de-rendimento/trackback/

Feed RSS para comentários sobre este post.

48 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Adorei o post. Muito bom e consegui compreender bem como é feito o cálculo da CR.

    • Prezado Ronaldo. Conto com sua ajuda para divulgar este espaço e melhorar ainda mais. Fica na paz.

  2. Ok, mas como é que calcula o CR acumulado?
    Eu sei é que não é a média dos CR’s de cada período.

    • Prezado Dan o critério é o mesmo sendo que aplicado em todas as disciplinas desde o seu ingresso, você vai pegar toda a quantidade de “pontos” (nota x crédito) de todos os semestres que você cursou e dividir por toda quantidade de créditos que você pleiteou e terá o seu CR acumulado, é o mesmo critério que eu descrevi sendo que vai sendo recalculado com todas as disciplinas que vão entrando no boletim dando origem à um CR do semestre e um CRA, que é o acumulado como se todo seu boletim fosse “um semestre só”. Fica na paz.

  3. Oi! Eu ouvi dizer que uma pessoa estuda na UFV, trancou o curso e tentou enem para o mesmo curso com objetivo de zerar o coeficiente pois estava muito baixo…. Mas só que ao efetuar a nova matricula ela reaproveitou as materias já feitas.
    Voce sabe se Isso é realmente possivel?
    na minha opinião, isso é meio sem logica, rs. Porque se a pessoa vai reaproveitar as materias, as notas vão entrar no coeficiente e ele ira continuar baixo.
    …. fiquei interessada, porque seria uma boa zerar meu coeficiente. Já que ele não esta me agradando! HUSHAUSASA
    Obrigada

    • Prezada Natália. Na UFV não sei se é possível, mas na UFRJ existe uma Resolução que normativa casos deste tipo, se o aluno fizer vestibular de novo ele automáticamente leva todas as notas inclusive com as reprovações, evita-se assim a “lavagem de histórico”. É melhor então tentar aumentar o rendimento do que fazer vestibular de novo. Fica na paz.

  4. E se o cara for reprovado por falta em uma disciplina? Tem algum tratamento diferente ou a nota a ser considerada para o cálculo do CR realmente será 0 (zero)? Já ouvi dizer que essa nota não entraria no CR, mas não sei se é lenda…

    • Prezado Gulilherme. O nota entra no cálculo de CR com o “zero” e a quantidade de créditos vai determinar o “peso” deste zero, pois multiplica o dano. Leia o tópico “como calcular seu CR” e veja como isso pode prejudicar de acordo com a forma de cálculo”.

      • cala a boca vaca

  5. Olá Fábio,
    Parabéns pela iniciativa e pelo blog. Com certeza já é e continuará sendo bastante útil para os alunos. Prova disso é que o seu manual de inscrição nas disciplinas está disponível na página oficial do IFCS. Aliás, foi assim que descobri o blog.
    Queria aproveitar a pergunta anterior, do Guilherme, e fazer outra pergunta: Se sou reprovado, por falta ou por média, e refizer a disciplina posteriormente com aprovação, a minha reprovação anterior aparece de alguma forma no CR ou no histórico? Ou uma vez que eu integralizo aqueles créditos, o meu passado (de reprovação) é apagado?
    Agradeço por sua atenção.
    Um abraço,
    AF

    • Também tenho a mesma dúvida. Os pontos que acumulei anteriormente, na ocasião da reprovação, são levados em consideração a partir do momento em que sou aprovada na disciplina? Como é o cálculo do CR nesse caso?

      • Como calcular o CR nesse caso?

      • Tenho a mesma dúvida… mas dessa vez ninguém respondeu, Pelo meu entendimento dos créditos e da Universidade o CR deveria considerar a nota obtida na aprovação da matéria, pois não há como se haver duas notas para uma mesma matéria.

    • Tenho a mesma duvida.

  6. Oi abençoado, faço o curso de FÍSICA, UFRJ, no sistema cederj, no pólo Paracambi. sabe como se calcula o cr neste sistema.

    • Prezado Jorge. No CEDERJ o crítério é o mesmo, com base na nota e no “peso” proporcional a carga horária. Coloca no google “Regulamento dos Cursos de Graduação do Consórcio CEDERJ” que você vai poder ver esta mesma fórmula que eu expliquei aqui neste tópico . Fica na paz.

  7. Put’s! Eu faço Letras. Foi difícil entender isso ai! Brincadeira, Fábio. Valeu pela força, esse blog sempre me salva, coisas que a gente não começa sabendo no UFRJ, você vem com toda a sua paciência nos ensinar. Obrigada.

    • Prezada Camila. Obrigado e peço que ajude a divulgar este espaço. Conto com sua ajuda também para pensar em novos assuntos que possam ser abordados. Fica na paz.

  8. Olá,
    seu blog é muito bom e o post está muito bem explicado, mas eu tenho a impressão que as coisas não são tão simples assim. Como ficam as atividades que contam somente créditos, mas não tem nota associada, como estágio e intercâmbio? Contam como se a nota fosse zero?
    Obrigado.

    • Prezado Hugo. As coisas são simples assim, as atividades que somente contam créditos não vão fazer parte do cálculo , sendo assim não intreferem no CR, assim como certas discplinas que mostram “ncg”, que significa que não conferem grau, apenas os créditos. Fica na paz.

  9. Olá! Sou aluno da FND/UFRJ e desenvolvi no primeiro período uma planilha EXCELL que faz todos os cálculos relativos ao CR/CRA (além de estudar Direito, sou mestre em Física pelo IF/UFF e trabalho com informática). O legal é que com a planilha o estudante pode fazer “simulações” (ou seja, mudando o valor de uma nota em uma célula da planilha, qual será o impacto no CR). Eu passei para vários colegas da FND, tendo interesse eu posso te repassar para disponibilizar para outros colegas da UFRJ. Um abraço, Danilo.

    • Prezado Danilo. Manda um e-mail para licenciadosemgraduacao@hotmail.com com ela no anexo que vou pensar num meio de divulgar e colocar no post. Aguardo seu contato. Fica na paz.

    • Sou Rafael, Bacharel em Teologia pela Unibennett e estou cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Estácio. Pretendo trabalhar na área de Informática, por hora, estou estagiando. Gostaria desta planílha pode me passar (e-mail: rafa_theou@hotmail.com)

  10. Po….eu já havia feito este cálculo assim antes…Mas fiz, refiz e eu teria então 2 décimos a mais…Onde devo ir pra ver isso??

  11. Cada disciplina vale X créditos e cada crédito vale 10 ? Os créditos valem de acordo com a carga horária ? É isso ou eu entendi errado ?

    • Não, a “pontuação” da disciplina é proporcional a quantidade de “créditos”. Uma disciplinas de um crético “vale” 1o pontos pois a nota máxima é 10. A “pontuação” é a nota que o aluno tira multiplicado pelo crédito. Se numa disciplina de três créditos a aluno tira 8,0 ele acumulou 24 pontos, mas a disciplina valia 30, se ele tivesse tirado 10, ok?. Fica na paz.

  12. Se eu trancar alguma matéria, isso pode de alguma maneira prejudicar meu CR?

  13. Meu amigo primeiramente quero elogiar o seu trabalho e me tire uma duvida, Qual a nota minima que tenho que ter para não ir para recuperação final. exemplo na UFF o Cr é 6, na Uenf e Uerj é 6 e na UFRRJ é Cr 7, na UFRJ qual a pontuação minima ???

  14. eu nao sei fazeer nem uma conta de dividir

  15. Fui reprovado em calculo, gostaria de saber se continuo recebendo a bolsa no proximo periodo, faço engenharia naval, e passei no sisu do meio do ano para produção, se eu mudar continuo recebendo a bolsa? Minhas notas saem do historico? Sem a bolsa nao posso continuar na universidade, desde já agradeço…

    • bolsa acesso permanencia, tbm gostaria de saber se alunos reprovados podem fazer estágio na universidade

  16. Olá, gostaria de saber como se calcula o CR acumulado. Obrigado

  17. Post excelente, está de parabéns, muito claro e ótimo.

  18. É verdade essa história de que o CR é arrendondado para mais ou para menos de acordo com a quantidade de décimos da pontuação (ex.: 6,4= 6,0 ou 6,6=7? ?

    • olha, costumo todo semestre fazer o calculo do meu boletim! e de acordo com ele, por exemplo se eu fico com 5,65, minha nota vira 5,6, mas se está 5,66, vira 5,7… agora de 6,6 virar 7 é meio improvável.

  19. Se o aluno não fizer nenhuma prova da matéria e ainda for reprovado por faltas, que nota vai pro boletim dele? Conta, inclusive pro cálculo do CR?
    Att,

  20. Olá, eu gostaria de saber quanto a reprovação por faltas. Eu, no caso, faltei um dia a mais do esperado mas estou com média boa para passar. O professor pode me reprovar mesmo assim por faltas? Não existe nenhuma maneira de recorrer?

  21. Comecei a faculdade agora, e estou preenchendo um formulário de cadastro em uma empresa, e está pedindo o meu CR, estou no 1 semestre e ainda as provas nem começaram, apenas os trabalhos semi-presenciais.
    Como posso proceder com essa questão? o que posso colocar nesse valor do CR pois se eu deixar em branco ele nega a confirmação do cadastro.

    Obrigado.

  22. Olá! Parabéns pelo blog. Eu gostei muito do post, mas tenho uma dúvida. É a mesma dúvida de uma pessoa que postou acima, mas a dúvida ainda não foi respondida.

    Se eu trancar uma matéria os créditos são contabilizados no cr do período? Eu tranquei algumas matérias ao longo do curso e quando olho no meu boletim parece que foi atribuído grau zero a estas matérias.

    Os créditos de matérias trancadas são contabilizados?

    Obrigado!

  23. Adorei,porém achei complicado.

  24. Olá, gostaria de saber como se calcula o cr acumulado. Por exemplo, um aluno ficou com CR 7 no primeiro periodo e no segundo o CR dele caiu para 6,5 .Eae como fica no CR Acumulado? :)

  25. Parabéns muito boa as explicações, bem, meu caso é o seguinte esto no final do curso me CR esta com a nota 6.4, estou fazendo um total de 5 disciplina incluindo o TCC, a media aqui na universidade é 7.0 como é meu ultimo ano e só me restam essas disciplinas que tem carga horaria de 68h, e preciso aumentar meu CR, será que eu consigo chegar o CR 7.0, pois o mestrado que quero concorrer diz que tem que ter o escore 7.0, me ajude.

  26. a média na faculdade é de 5 se o aluno ficar com 6 no primeiro semestre e no segundo 3,5 o sistema arredondo pra 5?

  27. boa tarde.

    é verdade que a reprovação por falta não interfere no cálculo do CR???

  28. Olá, meu rendimento na universidade está muito baixo, tive muitas reprovações por falta decorrentes de alguns problemas financeiros e psicológicos. Estou meio desesperado, pois venho sendo aconselhado por alguns colegas a desistir do curso (já vou para o quinto semestre) e tentar entrar de novo. Será que é possível melhorar o rendimento sem precisar entrar no curso outra vez? Ouço que é necessário um esforço hercúleo (quase impossível) para recuperar.

  29. Como é calculado o CRA?

  30. Gostaria de saber, se possível, se a realização de uma matéria cuja nota foi zerada devido à reprovação pode ser substituída pela nova nota quando se cursa novamente a matéria. Obrigada.

  31. Tenho no total 869,6 pontos acumulados e 116 créditos obtidos. Por essa conta meu CRA deveria ser 7,49 (e uns quebrados)… 7,5 para fins didáticos. Porém no meu boletim aparece CRA igual a 7,2.

    O erro é da DRE ou meu? Se for da DRE, como proceder? Sendo meu, o que estou errando?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: