A História do SIGA. Entendendo a trajetória do nosso amado sistema.

Na pré-história (lá pelas bandas de 1969) era assim: o aluno fazia um tour departamental na esperança de conseguir pegar um cartãozinho de papelão que, acredite se quiser, era não só um passe para a inscrição na disciplina de interesse como também a linha de um programa computacional. E olha que a UFRJ já era considerada um dinossauro modernoso, pois a capacidade de digitalizar as informações e armazená-las em um computador central era um feito de dar inveja a qualquer espécie menos evoluída. Embora funcionasse, o sistema era visivelmente ineficiente e nos anos 80 a coisa complicou de vez. Não se sabe ao certo a causa de tamanha confusão. Há quem diga que tenha a ver com o aumento exponencial no número de reprovações. Mas, de repente, e não mais que de repente, o sistema supersaturou. Como todo bom universitário, os equeanos transformaram problema em festa.

Durante o período de inscrição era aluno acampado para todo lado, luais e serestas a torto e a direito na expectativa de ter o privilégio de ser um dos primeiros a se inscrever e conseguir a tão almejada alocação nas turmas. Depois que o megaevento semestral virou matéria de jornal, a EQ resolveu tomar providências. Surgiu, então, dentro dos nossos corredores, o sistema anterior ao SIGA que o professor Zé Luiz escreveu e o NCE copiou. É bem verdade que o pai do SIGA era mais criterioso e menos problemático, sendo, portanto, impossível de ser instalado em todos os cursos da UFRJ. Junto com a flexibilidade vieram bugs, dores de cabeça e a incrível vantagem de poder se inscrever de casa (ou da Europa ou da Bahia ou de qualquer buraco, com conexão a internet). A implantação do sistema para toda a UFRJ aconteceu em 1994. Esta época, meus caros, foi um verdadeiro Deus nos acuda, e credita-se a má fama do SIGA a estes anos dourados.

É inegável que o sistema ainda passa longe da perfeição. Um exemplo claro como etanol 90% e com o qual todos já nos deparamos é o subdimensionamento quanto ao número de conexões. Nas horas de pico, que acontecem muito comumente à 00:01 do primeiro dia de inscrições (procedimento totalmente inútil, que revela total desconhecimento do sistema, pois o SIGA não trabalha com ordem de chegada, e sim com outras prioridades- nota do Fábio), o número se excede e o servidor não suporta tantos acessos simultâneos. É preciso paciência de monge e muita fé que não vai dar pau. Porém, se você é um daqueles que odeia o SIGA do fundo da sua alma pare para pensar alguns nanossegundos e imagine o desconforto que seria se abater no meio das suas férias até a paradisíaca ilha do fundão para implorar por alguns créditos e horários. Vá um pouco mais além e imagine ter de pernoitar junto aos cachorros do CT em tempos que o mar não está para peixe. Moral da história? Ruim com ele, muuuuito pior sem ele!

Andréa Prente

Esta reportagem foi escrita com o auxílio do professor Ricardo Medronho que muito gentilmente nos contou a história do SIGA. Retirada do Informativo do Diretório Acadêmico da Escola de Química – UFRJ . Jornal O TIOFENO Abril de 2010. Ano LII. № 4.

Anúncios
Published in: on janeiro 1, 2016 at 9:07 pm  Comments (16)  

The URI to TrackBack this entry is: https://licenciadosemgraduacaoufrj.wordpress.com/2016/01/01/a-historia-do-siga-entendendo-a-trajetoria-do-nosso-amado-sistema/trackback/

RSS feed for comments on this post.

16 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Pelo que vejo, tem de usar o sistema para que se possa ter acesso à vida acadêmica, praticamente. Se se faz necessário, então mãos à obra.

    • Prezado Tonaldo. Aprenda como ele funciona e use estratégias inteligentes para sobreviver. Fica na paz.

  2. Olá, eu queria tirar uma enooorme dúvida. Eu recebi um e-mail dizendo o seguinte:Prezados, houve algumas dificuldades na concordância deste período. Peço sua compreensão. Estou estudando a situação para, em breve, enviar informações sobre como resolver os problemas. Solicito manterem consigo os comprovantes de inscrição em disciplinas para viabilizar os reparos quando for o caso.
    O que isso quer dizer? Vou ter problemas futuros, ou isso é normal?

  3. Estive aqui pensando na época da EQ (é, eu estava lá…), pelo que me recordo, em algum lugar está escrito que o aluno perioditizado tem direito as vagas das respectivas materias obrigatórias. Ou seja, se estou no quarto período tenho o direito a todas as matérias obrigatórias previstas para o referido. Era assim, naquela época. Havia um “número avaliador” com vários dígitos, que definia quem poderia ocupar as vagas.

    • Prezada monica. A maioria das vezes existe “vaga” para todo mundo, porém deve-se ressaltar que os melhores horários e os melhores professores são disputados no tapa (no CR). Portanto essa “disputa” sempre ocorrerá, pois o vestibular não acaba nunca e a disputa pelas melhores turmas vão ocorrer todo semestre. Fica na paz.

  4. Olá Fábio,adorei a história do SIGA e fico feliz de saber q não preciso me mudar pra Ilha do Fundão só pra me escrever em disciplinas!Só q eu tenho uma dúvida sobre o SIGA…
    Eu passei para o 2º semestre no curso de letras.Pedi remanejamento no dia da pré-matricula.Saiu uma unica lista de remanejados e o meu nome não estava nela,logo sou do 2º semestre.Só q um dia desses tive q entrar no SIGA e por curiosidade fui ver minha grade horária, lá apareceu um link com com todas as aulas cobradas pelo meu curso e eu me intriguei com um número q apareceu ao lado “segmentação 2011-1-0” o q esse número significa?significa o ano que nós estamos(2011) e o semestre do aluno (-1)? Eu sei q explicando assim é difícil entender.Mais já tentei ligar pro DRE pra tirar essa dúvida e ninguém atende.Espero q possa me ajudar
    obrigada desde já.

  5. Ooi, eu fui remanejada durante as reclassificações desse ano, mas no meu SIGA ainda consta como se eu estivesse matriculada no outro curso em um turno diferente do que eu estou pra piorar. Tentei ligar para o DRE, mas os funcionários estão em greve e não sei ao certo em que horário terá alguém para me atender. Espero muito que possa me ajudar. Obg ;D

    • Prezada Caroline. Terminada a greve dá uma passadinha aqui para analisarmos seu caso. Fica na paz.

  6. Oii , estou totalmente perdida com o SIGA , sou caloura e nçao sei nem como começar , e estou preocupada pois vou precisar para inscrição em disciplina do 2º semestre. Quem puder me ajudar !!!!!!!!!!

    • Prezada Thais. Acesse o “Manual da inscrição em disciplinas” e veja um passo a passo desde a primeira tela para realizar suas inscrições e conhecer o SIGA. Fica na paz.

  7. Olá,
    Gostaria de saber se o boletim pode ser alterado (lançamento de notas) mesmo depois da colação de grau. Grato

  8. Oi Fábio
    Achei bem legal a idéia do blog, ajuda muito os calouro e os veteranos. Parabéns

    Eu estou com uma duvida é sobre Matérias Eletivas,

    é que me falaram que não é obrigada a gente cursar , só que fui informada que se você não tiver um numero mínimo de matérias eletivas você não se forma. Não sei se isso é verdade…..

    Bem eu estou no 5º período de Licenciatura em Artes Plástica e já cursei 4 matérias eletivas do meu curso que são:
    Didática / Estética I e II / Pintura B
    e cursei :
    Metodologia da Pesquisa = Restauração e Conservação
    Desenho Anatômico I = Gravura
    Desenho Botânico = Paisagismo

    Essas matérias consta como eletivas, mesmo não sendo da minha grade curricular ?

    E qual é o numero mínimo de matérias eletivas que é obrigado a cursar ?

    Obrigada

  9. Oi Fábio, No meu currículo eu tenho q completar 22 crédito/510hs de livre escolha, eu completei 23 créditos/465hs de livre escolha. A minha dúvida é a seguinte eu tenho q completar as 45hs restantes com alguma matéria a mais ou os créditos completados já são o suficiente?
    O meu curso é Licenciatura em Música.
    Obrigado!!

  10. Fabio sou Vera valente Chefe do depto pessoal do Cla e gostaria de marcar um horario contigo para conversar sobre o SIGA sou aluno de pos e estou fazendo um trabalho a cerca de um manual informativo sobre o siga. Podemos conversar?

  11. Olá Fábio, tudo bem? Então, estou no primeiro período e já estou me deparando com problemas no SIGA. Quando fecho o programa e, por algum motivo de esquecimento ou omissão, tento acessá-lo em seguida, a página onde consta a opção serviços não aparece, mas sim aquela onde nos identificamos para entrar no programa. Isso não acontece só no meu pc, mas em todos aqueles que tentei usar o sistema. Onde está o problema?? Desde já obrigada. Att, Ludimila.

  12. Fiz a matrícula ontem e não consigo fazer meu primeiro acesso, diz que o cpf e dre estao incorretos, porque?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: